Pisograma: a nova tendência para jardins e áreas externas

23/08/2018  

O nome “pisograma” pode não ser muito familiar para você, mas com certeza você já o viu instalado na área externa de alguma casa, estacionamento ou em estabelecimentos comerciais. Pisograma é aquele piso de concreto vazado sobre o qual é plantado grama, tornando o ambiente mais bonito e ainda favorecendo o escoamento de água.

O pisograma tem sido uma das principais opções para áreas externas, jardins, garagens e muito mais, trazendo charme e rusticidade na medida certa. Quer saber mais sobre o pisograma? Continue a leitura!

Onde e por que usar o pisograma?

Também conhecido como concregrama, o pisograma é uma ótima escolha para as áreas externas, como quintais, jardins, garagens e também para os estacionamentos de prédios comerciais, podendo aparecer ainda compondo calçadas e outros espaços públicos, como pátios de empresas e aeroportos, rampas, ciclovias, loteamentos, condomínios e acessos em sítios, currais, estábulos e outros.

O pisograma vem sendo muito utilizado em jardins e áreas externas. Imagem: Indarc.

Comparado com as outras opções mais tradicionais, o pisograma apresenta algumas vantagens importantes, como:

  • favorece o escoamento de água, facilitando a drenagem das águas pluviais para o solo;
  • é uma opção resistente;
  • possui diversos formatos, permitindo criar desenhos diferentes;
  • pode ser usado com outros tipos de pisos;
  • pode ser retirado e reinstalado em outra casa ou obra, caso você deseje;
  • não necessita de acabamento superficial, liberando o tráfego logo depois de ser assentado;
  • absorve uma quantidade menor de calor;
  • não sofre desgaste com agentes agressivos naturais;
  • oferece texturas variadas;
  • protege a grama da ação de veículos ou de pedestres;
  • é um piso versátil e que combina muito bem com praticamente qualquer tipo de piso e de ambiente.

Na verdade, se o pisograma (ou outro tipo de cobertura vegetal) fosse usado na maioria das residências e construções, uma boa parte da água da chuva poderia escoar para o solo, ao invés de percorrer galerias pluviais e desembocar em rios, nas partes mais baixas da cidade, diminuindo as enchentes.

Além disso, em alguns casos especiais, o pisograma é o tipo de pavimento mais indicado, em construções como:

  • pavimentos sob os quais serão instalados redes subterrâneas de esgoto, água, telefone, entre outros;
  • pavimentos sobre aterros recentemente construídos;
  • trechos de pavimentos construídos como alerta de perigo ou cujo subleito não oferece condições de suporte.

Uma única ressalva é em relação ao uso do pisograma nos estacionamentos, sendo que neste caso é preciso optar por um modelo que realmente seja propício para esse fim. Normalmente, essas são peças mais robustas, produzidas com dosagens específicas de concreto, garantindo a alta durabilidade.

Como fazer a instalação do pisograma?

Uma das principais vantagens do pisograma é que ele é uma opção mais simples de ser instalada. Isso significa que você não precisará de mão de obra muito específica, o profissional que for assentá-lo deverá fazê-lo sobre uma camada de pó de pedra ou de areia grossa, dispensando o uso de maquinários ou de ferramentas específicas.

Após instalar a parte de concreto, é só cobrir com terra vegetal os vãos e fazer o plantio da grama. Outra vantagem interessante é que, logo após a instalação, o local já poderá receber a circulação de pessoas e até de veículos.

Caso você precise realizar uma obra sobre o local em que o pisograma foi colocado (como uma passagem de tubulação), isto também poderá ser feito de forma rápida e simples, já que esse pavimento pode ser retirado e recolocado com facilidade.

Quais os custos do pisograma? É preciso realizar muitas manutenções?

O valor do m² do pisograma pode variar dependendo da sua região, da qualidade do produto e de outras variações, sendo possível encontrá-lo por um preço médio de R$ 50,00 o m², dependendo da região, pois os preços podem variar muito de um local para outro.

Além disso, o pisograma não exige muito no que diz respeito à manutenção, sendo uma ótima opção para aquelas pessoas que desejam ter uma área verde, mas que não têm muito tempo ou espaço para dedicar a ela.

Você somente precisará cuidar para manter a grama sempre aparada e verdinha, além de evitar que as peças de concreto se quebrem. Por isso, é fundamental escolhê-las adequadamente, sempre considerando o local onde você pretende instalar o pisograma e o tipo de fluxo e de carga que ele irá receberá.

É possível encontrar as peças de concreto em quatro padrões diferentes, mas com variações de dimensões, texturas, formas e até de cores, o que facilita na hora de personalizar o seu projeto. Você ainda poderá usar o pisograma em complemento ao piso intertravado ou outros tipos bem modernos de revestimento.

 

É possível encontrar pisograma em diversos formatos. Imagem: BETON.

Se a sua ideia é integrar o pisograma ao seu jardim, é possível incluir flores e folhagens nas laterais, deixando o seu projeto paisagístico bastante diferenciado. Como você pode notar, o pisograma é uma opção muito versátil e moderna para vários ambientes externos, além de ser um material mais sustentável pois facilita o escoamento da água da chuva.

Depois de ler este conteúdo, apostamos que você ficou interessado em usar o pisograma na sua obra. Quer receber mais conteúdos e dicas como essas? Não deixe de curtir nossa página no Facebook e de seguir o Cimento Montes Claros no Instagram.